Entrevista com a Diéssica Seles escritora de O despertar da paixão

Ooi gente, tudo bem? Espero que sim.
Faz tempo que eu não posto uma entrevista com o autor, e hoje esta foi bem especial. Foi feita com a fofa da Diéssica Sales. Espero que gostem e aproveitem.
E claro, participem do sorteio de carnaval, eu não perderia esses livros maravilhosos, e você? Vai perder? Sei que não.
Tenham uma ótima noite e uma semana repleta de alegrias. Até a próxima. ~Jaii


1º- Nome:
Diéssica Nunes Sales
2º- Idade:
22 anos
3º- Quando você começou a se interessar pela escrita?
Quando eu tinha 14 anos, comecei a me interessar pela escrita de fanfictions e, aos 16 anos, me interessei pela escrita de originais.
4º - Quando você decidiu escrever o seu primeiro livro?
Meu primeiro "livro" escrevi entre os 16 e 18 anos de idade, porém o livro que considero minha obra-prima é Amanhecer, que escrevi aos 20 anos.
5º - Por que você resolveu se tornar escritora?
Não tem uma data específica. Eu apenas tinha vontade de escrever e comecei, quando me dei por conta, me percebi como escritora.
6º - Quando era criança qual era o seu sonho?
Meu maior sonho de criança era ser uma estilista conceituada.
7º - Quem te inspirou para escrever " "?
??
8º - Você tem algum autor favorito? Quem?
Tenho vários. Minha diva J.K.Rowling, obviamente. Minha diva nacional, Eleonor Hertzog, criadora das personagens mais adoráveis que conheço. Cassandra Clare, criadora do meu casal preferido; e minha conterrânea, Carol Sabar, que escreve as histórias mais hilárias que já li.
9º - Você é fã de alguma série ou trilogia de livro?
Harry Potter, que fez parte da minha infância, adolescência e, ainda faz parte da minha vida adulta. Todas da Cassandra Clare (em especial, As Peças Infernais) e, a série Uma Geração. Todas as Decisões, da escritora brasileira Eleonor Hertzog.
10º - Você tem vontade de escrever outro livro? Já tem planos para ele?
Sim. Atualmente estou me aventurando pela fantasia, mas não posso falar muito. Não sei quando conseguirei terminar a escrita nem quando será publicado. Também tenho ideia para uma distopia, mas por enquanto, ainda não a passarei para o papel; preciso amadurecer mais alguns pontos.
11º - Muitos escritores dizem que as pessoas eram contra o seu trabalho acontece ou já aconteceu com você?
Em alguns momentos senti/sinto que as pessoas não levavam/levam a sério isto, que para mim é um trabalho, mas em momento nenhum ninguém me disse algo diretamente a respeito disto.

12- Quem te inspirou a escrever o primeiro livro?

Bem, não tive ninguém que me inspirasse a escrever os primeiros livros, mas Amanhecer fui inspirada por uma música do mesmo nome da série.
13- Por que escolheu este gênero?

Não foi uma escolha consciente, tipo "vou escrever determinado gênero", a ideia veio à mente e eu escrevi. O mesmo aconteceu quando comecei a escrever o livro que estou trabalhando atualmente, que é de fantasia; não pensei "quero escrever fantasia", a ideia apareceu na minha cabeça e a partir disso comecei a desenvolver a história.